A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #

Capital Inicial

Todas as noites (ao vivo)

Ao Vivo (1996)
0 OUT_OF 50 OUT_OF 50 OUT_OF 50 OUT_OF 50 OUT_OF 5 0 Classificações
Adicionar esta música ao playlist
Todas as noites (ao vivo)

Letras

Todas as Noites

Todas as noites são iguais
Os meninos satisfeitos
E as meninas querem mais
Sonhos caem como chuva
E é tarde de mais
E eu não consigo dizer não

Hoje à noite tudo pode acontecer

Quem olhar nos olhos
Vê bares e sedução
Num canto escuro
Pequenos goles de solidão
A noite esclarece o que o dia escondeu...
O que o dia escondeu...

Meia noite, noite inteira
3, 4, 5 da manhã
Eu vou embora mas eu
Sempre volto atrás
Porque as noites são todas iguais
Todas iguais

Todas as noites são iguais
De longe os disfarces
Parecem reais
Mãos me vestem como luva
É tarde demais
E eu não consigo dizer não

Hoje à noite é cedo até amanhecer
Quem olhar nos olhos
Vê estrelas no chão
Num canto escuro
Pequenos goles de solidão
A noite esclarece o que o dia escondeu...
O que o dia escondeu

Meia noite, noite inteira
3, 4, 5 da manhã
Eu vou embora mas eu
Sempre volto atrás
Porque as noites são todas iguais
Todas iguais ná, ná, ná...

Meia noite, noite inteira
3, 4, 5 da manhã
Eu vou embora mas eu
Sempre volto atrás
Porque as noites são todas iguais


Publique nas redes sociais

Hits 144
« Projetos engavetados (ao vivo) Ao Vivo Músicas Música urbana (ao vivo) »